Chá da tarde com bolo de fubá

Essa menina não para de fazer bolo? Não. haha É um lanche gostoso, com cara de gordo (mas pode ser magro) e combina com café, além disso tudo ainda dá uma sensação de afago e de aconchego. Hoje resolvi testar uma receita de bolo de fubá e para não estragar, fiz usando tudo pela metade, e acabou que ficou pouco demais, então, vou dar a receita inteira. Outra coisa, esse bolo é uma base, você pode inventar mil coisas para dar glamour. Foi meu lanche chá da tarde e recomendo, hein?!

Ingredientes

2 ovos

1/2 xícara (chá) de açúcar (pode usar o demerara ou adoçante de forno)

1 xícara (chá) nivelada de fubá

3 colheres (sopa) de manteiga derretida (usei azeite e pode ser óleo de vegetais)

1 colher (sopa) de mel

Uma pitada de sal

1 colher (chá) de fermento químico

Preparo:

1. Aqueça o forno a 180 graus.

2. Em uma batedeira, bata os ovos com o açúcar. Adicione o fubá, a manteiga e o restante dos ingredientes.

3. Coloque em mini formas ou vasinhos de barro untados e asse até que um palito de madeira, quando espetados nos bolinhos, saia limpo. Aqui foi cerca de 20 minutos.

IMG_7038

Assados e quebrei para desenformar um, foi bom que vocês conseguem ver a cor da delícia. Depois de pronto, ainda pensei: uma goiabada aqui ia ficar babado. Derreti um pedacinho no microondas e coloquei em cima de um, ficou perfeito. Na próxima vou colocar um pedaço dentro de cada. O melhor? Não tem lactose, não tem glúten e sem a goiabada fica um lanche saudável e feliz. Também acho que sem o açúcar pode render muffins salgados com recheio, ai vai da criatividade de cada um, se eu fizer posto aqui.

IMG_7044

Essa foto é com a goiabada! Estou a louca da cozinha esta semana, portanto deve vir mais receita por aí. E já saiu uma errada, mas quando der certo, também entra, é um mousse de abacate. 😉

UPDATE: Gente, recomendo colocar, no olhômetro mesmo, um pouco de leite de coco ou leite normal mesmo. Só para ficar mais molhadinho. 😉

Queijo à moda da casa

Voltei com o tema queijos, finalmente deixamos as bananas de lado, né? Para intolerantes à lactose como eu, o queijo é um problema, afinal estamos totalmente dependentes dos benditos. Avaliem: coxinha com catupiry, cartola, romeu e julieta, queijo quente, pizza, lasanha, risotos em geral e muito mais. E em casa, como faz? Achei ótimas opções entre os industrializados e sem lactose, mas são bem mais caros (o dobro do preço) dos normais. Para mim não fica tãooo absurdo porque dura bastante já que só eu como na casa, mas alguns tipos, por exemplo, tem a validade curta, tipo 5 dias após aberto e eu não dou conta. Então, resolvi dar uma chance ao tofu (queijo a base de soja). Não curti, gente, confesso. Gosto de nada com nada, e coloquei sal, orégano e azeite.

Mas, fiz um patê com ele para ajudar no sabor e testar o paladar; continua estranho pra mim, mas serve em receitas e é assim que usarei. Para quem curte, fica ótimo com torradas e pães.

IMG_7027Assim é o tofu cortadinho e amassado com orégano, azeite e sal. O azeite coloca aos poucos, até ter consistência mais mole, depois acrescentei uma colher de sobremesa de maionese. Tudo foi no olhometro, então… Foi mais ou menos dois dedos de largura de tofu e três de altura.

IMG_7035Fica como está ai em cima. Quem não curte maionese, pode usar suco de um limão e mais azeite e bate no liquidificador, fica menos patê e mais molho.

Outra opção de queijo é o cottage caseiro que a Juliana do blog Pitadinha ensinou aqui e já testei. Deu super certo, só dá um certo trabalho e fiz com um litro de leite, aí rendeu bem pouco. Ainda assim é mais barato que comprar o pronto e  pode ser com lactose para quem quiser, é só usar o leite normal.

Minha saga continua e ainda gastarei $$ com a marca Balkis, a única no Recife que fornece o queijo sem lactose. Para quem quiser comprar, tem na loja Canto Grão (endereço no site), bairro de Boa Viagem, e lá tem outros quitutes sem leite para os intolerantes.